.
.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

De segunda a sexta das 7h30 às 17h

Saúde - Quinta-feira, 08 de Fevereiro de 2024

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Ações contra a dengue mostram eficácia em Tupã

Balanço de janeiro mostra redução de 72,09% dos casos comparado a 2023


Ações contra a dengue mostram eficácia em Tupã

O combate à dengue continua no município, e o Departamento de Entomologia e Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, segue intensificando as ações. No último sábado (03), equipes do Departamento firmaram parecia com equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) para vistoriar casas desabitadas que tiveram denúncias de aparecimento de escorpiões e, possivelmente, tenham focos de dengue.

 

Das ações realizadas no combate à dengue, o Departamento responsável também enviou o balanço do mês de janeiro. No balanço foram realizadas 1.200 visitas para a realização da Avaliação de Densidade Larvária (ADL), com o objetivo de medir a infestação do Aedes aegypti nos bairros do município. 

 

Ao ser notificado um caso positivo de dengue, as equipes realizam a ação de controle de criadouros, onde é feito trabalho de eliminação dos focos com larvicida dentro de um raio de 150m da casa com exame positivo. Segundo o balanço, 1.176 visitas foram realizadas nessa ação em janeiro.

 

Após a ação de Controle de Criadouros também é realizada a nebulização com máquina costal, onde os agentes entram nos imóveis e fazem a nebulização com ação de 40 minutos, a fim de eliminar os mosquitos que estejam no imóvel. Nesta o balanço apontou 432 imóveis nebulizados.

 

Buscando manter as demais ações contra a dengue, o Departamento continua realizando a nebulização noturna por todos os bairros da cidade. Nesta ação é utilizado um veículo pick-up para a aplicação veicular. Neste ano foram nebulizadas as regiões Norte e Sul da cidade, tendo a aplicação efetuada em 5.015 imóveis para a redução de mosquitos adultos.

 

Segundo o responsável pelo Departamento, Marco Antônio de Barros, a aplicação noturna é uma ação que tem investimento do município com recursos próprios, e que o inseticida utilizado é botânico, não fazendo mal a nenhum animal ou humanos.

 

“Começamos o ano dando sequência a inúmeras ações que já estávamos realizando dentro do cronograma de combate ao Aedes aegypti, e temos observado bons resultados de todo esse trabalho. Mas não iremos parar e pedimos o mesmo à população. É fundamental que todos continuem eliminando qualquer foco dentro de casa e nos quintais”, disse.

 

O secretário municipal de Saúde, Dr. Miguel Ângelo de Marchi, ainda acrescentou que os primeiros meses do ano costumam ser o período em que mais casos são identificados e, por isso, é essencial que todos façam sua parte.

 

“Fechamos janeiro com 25 casos confirmados da doença, uma redução de 72,09% dos casos no mesmo período de 2023. Mas, mesmo com um número baixo, ainda precisamos estar atentos, pois a dengue é uma doença que mata, e o mosquito transmissor é capaz de infectar inúmeras famílias”, alertou.

 

O prefeito Caio Aoqui ainda destacou que o trabalho do Departamento vem a muitos anos mostrando eficácia, e que este ano não será diferente. “Como o chefe do Departamento já vem explicando, esse é um serviço de rotina, com um planejamento a longo prazo para que todos fiquem seguros. Quero parabenizar cada funcionário que está diariamente nessa luta, fiscalizando e orientando nossa população, para que todos nós juntos possamos eliminar a dengue de Tupã”, disse.

Facebook Twitter WhatsApp Imprimir

341 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.

Unidades Fiscais

.
ONIBUS - 2023

R$ 2,00

.
UFM - 2024

R$ 108,74

.
.

Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.