.
.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

De segunda a sexta das 7h30 às 17h

Idioma

Português

English

Español

Francese

Deutsch

Italiano

Saúde - Terça-feira, 14 de Maio de 2024

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Prefeitura encerra primeira etapa do Censitário Canino

25 quarteirões dos Bairros João Paulo II e Jamil Dualibi foram trabalhados pelas equipes


Prefeitura encerra primeira etapa do Censitário Canino

A Prefeitura de Tupã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) finalizou a primeira etapa do Censitário Canino. Ao todo, 25 quarteirões foram visitados pela equipe técnica do CCZ e 296 amostras de sangue foram coletadas.

 

De acordo com o balanço inicial, 36,49% das amostras coletadas apresentaram positividade no teste rápido, e agora estão sendo analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz de Marília para confirmar ou descartar o diagnóstico para Leishmaniose.

 

No último sábado (11) 26 agentes do CCZ e agentes comunitários retornaram nos bairros para realizarem os serviços de visita casa a casa para conscientização e orientação sobre a Leishmaniose canina e humana, visto que em Tupã o primeiro caso da doença em humanos foi registrado e o morador era da área trabalhada. 

 

Segundo o CCZ, nos próximos dias será iniciada a segunda etapa o Censitário Canino nos Bairros Nova Tupã e Unesp I e II. Os trabalhos serão realizados da mesma forma, com agentes do CCZ coletando amostras de sangue dos cães para análise e diagnóstico de Leishmaniose.

 

“Pedimos encarecidamente para que os moradores desses novos bairros recebam os agentes e permitam que eles recolham o material biológico. A coleta é realizada com equipamentos corretos e com agentes treinados para que não haja nenhuma complicação, e os tutores dos animais podem ficar tranquilos”, pediu a chefe do setor de Zoonoses, Meiriele Melo.

 

O titular da Saúde, dr. Miguel Ângelo de Marchi, destacou a importância dos moradores estarem atentos aos sintomas da doença nos animais e nos familiares. “É um número expressivo de positivos em uma única região da cidade e, infelizmente, tememos que nas demais regiões também hajam mais casos. Por isso, é fundamental que todos tomem medidas protetivas e evitem que o mosquito palha, transmissor da doença para animais e humanos, como manter os quintais sempre limpos e sem matérias orgânicas, bem como os abrigos e tigelas dos animais domésticos, e utilizar inseticidas”, alertou.

 

Sintomas em animais 

 

  • Problemas de pele
  • Perda de peso progressiva
  • Diminuição do apetite; intolerância ao exercício
  • Problemas oculares
  • Hemorragia nasal
  • Diarréia

 

Sintomas em humanos

 

  • Febre de longa duração
  • Aumento do fígado e baço
  • Perda de peso
  • Fraqueza;
  • Redução da força muscular
  • Anemia

202 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.

Unidades Fiscais

.
ONIBUS - 2023

R$ 2,00

.
UFM - 2024

R$ 108,54

.
.

Prefeitura da Estância Turística de Tupã - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.