Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Tupã, quinta-feira, 27 de janeiro de 2022 Telefone (14) 3404-1000

Atendimento Atendimento: De segunda a sexta das 7h30 às 17h

Prefeitura Municipal de Tupã
Quar
26/01
Chuvas Isoladas
Máx 33 °C
Min 21 °C
Índice UV
14.0
Quin
27/01
Chuva
Máx 30 °C
Min 22 °C
Índice UV
14.0
Sext
28/01
Chuvas Isoladas
Máx 31 °C
Min 21 °C
Índice UV
14.0
Sáb
29/01
Chuvas Isoladas
Máx 23 °C
Min 17 °C
Índice UV
14.0

Planejamento e Infraestrutura - Terça-feira, 09 de Fevereiro de 2021

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Pesquisa mostra que população tupãense acredita no turismo como ferramenta para desenvolvimento

Pesquisa mostra que população tupãense acredita no turismo como ferramenta para desenvolvimento


Pesquisa mostra que população tupãense acredita no turismo como ferramenta para desenvolvimento

"

A Pesquisa de Percepção do Turismo nos Municípios;* realizada pelo governo estadual;* comprovou que a população tupãense tem consciência e acredita na importância do turismo como ferramenta para o desenvolvimento da cidade.

Desenvolvida e conduzida pelo Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET) da Secretaria Estadual de Turismo (SETUR SP);* a pesquisa abrangeu as 70 Estâncias Turísticas e os 140 Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo.

Segundo resultado divulgado pelo governo estadual;* em Tupã;* 239 pessoas responderam ao formulário online;* disponibilizado até o ultimo 8 de janeiro de 2021. O nível de confiança da pesquisa para o município é de 95%;* com margem de erro de 6;*33%;* considerando uma população de 62.843 habitantes.

O secretário municipal de Turismo;* Duda Gimenez;* agradeceu o apoio do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) na divulgação da pesquisa e destacou a importância da participação da população.

""Esta pesquisa revela dados importantes sobre qual a percepção da população em relação ao turismo e como ela espera que o turismo se desenvolva nos próximos anos. São informações que certamente contribuem para a discussão e planejamento das próximas políticas públicas para que o setor possa crescer de forma sustentável e alinhado com os valores e anseios de sua população”;* afirmou.

Já o prefeito Caio Aoqui destacou que os resultados da pesquisa formatada e disponibilizada pelo governo estadual mostram que a população tem consciência da importância do turismo não só para o desenvolvimento sócio econômico da cidade;* mas também para outros setores como cultura e o meio ambiente.

“Os dados divulgados pelo governo estadual comprovam que a população tupãense não só tem plena consciência do impacto positivo do turismo em vários setores da nossa cidade;* principalmente na economia e na geração de empregos;* como também revela que o desejo da grande maioria é que turismo possa crescer mais nos próximos anos. E esse anseio da população nos incentiva a continuar buscando cada vez mais ações e parcerias com a iniciativa privada com objetivo de viabilizar novos investimentos no setor”;* destacou.

Resultados

Inicialmente a pesquisa apontou o perfil dos participantes em Tupã. Os dados revelam que mais homens responderam a pesquisa: 55;*13% do sexo masculino e 44;*87% do sexo feminino. Já com relação à faixa etária;* foi constada maior participação entre pessoas de 40 a 49 anos (25;*10%);* seguida da faixa de 30 a 39 anos (24;*27%); 50 a 59 anos (15;*48%0; 25 a 29 anos (12;*13%) e 18 a 24 anos (11;*72%). Já as faixas etárias que apresentaram menor participação foram as de 60 anos ou mais (9;*62%) e até 18 anos (1;*67%).

Com relação ao grau de instrução;* a maioria dos participantes tem ensino superior completo (36;*82%) e pós-graduação (23;*85%);* seguido de ensino médio (21;*76%); superior incompleto (15;*48%); ensino básico (1;*26%) e ensino fundamental (0;*84%).

A pesquisa mostrou também que a maioria das pessoas que responderam ao formulário on-line tem renda familiar de até 3 salários mínimos (40;*17%). Em seguida estão quem ganha de 3 a 5 salários mínimos (29;*06%); acima de 10 salários mínimos (13;*25%); de 5 a 8 salários mínimos (11;*54%) e de 8 a 10 salários mínimos (5;*98%).

Quanto à ocupação;* a maior parte é formada por funcionários públicos (23;*53%). Em seguida vem assalariados (23;*11%); autônomos (15;*97%); empresários (11;*76%); aposentados/pensionistas (8;*82%); profissionais liberais empatados com desempregados (6;*30%) e estudantes (4;*20%). Outro dado relevante é que a grande maioria dos participantes não trabalha no setor de turismo (93;*72%). Poucos participantes trabalham no setor (6;*02%) e a minoria não respondeu (1;*26%).

A pesquisa do governo estadual também contou com várias questões que ajudaram a compreender a visão que a população tem sobre o turismo e seus impactos na realidade local. Segundo a pesquisa;* a maioria;* 63;*18%;* concordam totalmente com a afirmação de que o “O Turismo é bom para o município”;* enquanto outros 17;*15% concordam parcialmente. Ainda segundo a pesquisa;* 12;*97% discordam totalmente da afirmação;* 5;*02% discordam parcialmente e 1;*67% não soube opinar.

Sobre a afirmação de que o “O Turismo é bom para a população”;* 63;*71% afirmaram concordar totalmente; 18;*57% concordam parcialmente; 13;*50% discordam totalmente; 3;*80% discordam parcialmente e 0;*42% não soube opinar.

A pesquisa também procurou saber os participantes se beneficiam pessoalmente com o turismo. A maioria;* 34;*60%;* discordam totalmente enquanto 25;*374% concordam parcialmente. Outros 20;*68% concordam totalmente; 10;*13% discordam parcialmente e 8;*86% não souberam opinar.

Com relação aos impactos econômicos;* a maioria acredita que o turismo desenvolve a economia;* gera empregos e ajuda a melhorar a qualidade de vida. Questionados se o turismo beneficia a economia do município;* 66;*81% responderam que concordam plenamente; 15;*13% discordam totalmente; 13;*03% concordam parcialmente; 3;*78% discordam parcialmente e 1;*26% não soube opinar.

A pesquisa mostrou ainda que 55;*65% dos participantes concordam plenamente que o turismo cria empregos para os moradores da cidade. Outros 19;*25% discordam totalmente enquanto 13;*39% concordam totalmente. Já 6;*69% discordam totalmente e 5;*02% não souberam opinar.

Com relação ao impacto social e cultura;* 50;*63% concordam plenamente que o turismo contribui positivamente para a qualidade de vida. Outros 25;*52 concordam parcialmente com a afirmação; 13;*39% discordam totalmente; 7;*11% discordam parcialmente e 3;*35% não souberam opinar.

Ainda segunda a pesquisa;* a maioria dos participantes;* 42;*44%;* também discorda totalmente que o turismo dificulta à população desfrutar das atrações locais (21;*43% discordam totalmente; 18;*07% concordam parcialmente; 10;*50% concordam totalmente e 7;*56% não souberam opinar).

A maior parte dos participantes;* 59;*92%;* também concorda plenamente que o turismo ajuda a preservar e celebrar a cultura (20;*68% concordam parcialmente; 10;*13% discordam totalmente; 4;*64% discordam totalmente e 4;*64% não souberam opinar).

A pesquisa também inquiriu sobre o impacto ambiental do turismo. Segundo os dados;* 40;*76% dos participantes discordam totalmente que o turismo tem impacto negativo sobre os recursos naturais do município (24;*37% discordam parcialmente; 18;*49% concordam parcialmente; 8;*40% não souberam opinar e 7;*98% concordam totalmente).

O questionário também quis saber se os visitantes tornam difícil para os moradores aproveitarem a vida ao ar livre. A maioria;* 53;*97% discorda totalmente (24;*27% discordam parcialmente; 8;*79% concordam parcialmente; 7;*11% não souberam opinar e 5;*86% concordam totalmente).

A pesquisa revelou ainda que 37;*24% discordam totalmente da afirmação de que o turismo causa danos ao meio ambiente (28;*03% discordam parcialmente; 23;*01% concordam parcialmente; 6;*28% não souberam opinar e 5;*44% concordam totalmente).

Os participantes também foram questionados se o turismo torna difícil encontrar moradia. A maioria;* 52;*52%;* discorda totalmente (23;*53% discordam parcialmente; 9;*24% concordam parcialmente; 8;*82% não souberam opinar e 5;*88% concordam totalmente).

Na última questão;* a maioria dos participantes;* 53;*16% também discordou totalmente da afirmação de que o tráfego de visitantes afeta negativamente o deslocamento de estradas e ruas (26;*58% discordam parcialmente; 11;*39% concordam parcialmente; 4;*64% não souberam opinar e 4;*22% concordam totalmente).

Apoio ao turismo

Nas últimas questões da pesquisa elaborada pelo governo estadual os participantes responderam sobre o que esperam para o turismo nos próximos 10 anos. Sobre a quantidade de turistas na cidade;* a imensa maioria;* 88;*24% deseja que Tupã receba mais turistas; 7;*14% querem que a quantidade se mantenha a mesma;* enquanto 2;*94% querem menos turistas e 1;*68% não souberam opinar.

Com relação ao número de turistas na região;* durante as férias de fim de ano;* novamente a imensa maioria;* 83;*97% quer aumento de turistas; 9;*28% querem que a quantidade seja semelhante;* enquanto 4;*64% querem menos turistas e 2;*11% não souberam opinar.

Já sobre o número de turistas na região;* durante as férias de meio de ano;* 85;*11% querem aumento de turistas; 8;*09% querem a mesma quantidade;* enquanto 4;*26% querem menos turistas e 2;*55% não souberam opinar.

"

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

Boletim Covid-19

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

UFM - 2022

R$ 97,88

Prefeitura Municipal de Tupã - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.