Saúde orienta população para evitar superlotação na Unidade de Hidratação e na UPA

Saúde - Quarta-feira, 11 de Maio de 2022


Saúde orienta população para evitar superlotação na Unidade de Hidratação e na UPA

A Secretaria de Saúde ressalta que as Unidades de Saúde são a “porta de entrada” para pacientes com qualquer sintoma ou mal-estar não emergenciais. Das 7h às 17h, a população deve procurar pelo atendimento na UBS ou USF de referência, mesmo se estiver com sintomas de dengue.

 

Esta orientação tem por objetivo evitar superlotações na “Unidade de Hidratação” na UBS dr. Edmundo Vieira Prado, na Vila Formosa, que atende das 17h às 22h casos suspeitos e positivos de dengue, e também na UPA. 

 

 Segundo o secretário de Saúde, dr. Miguel Ângelo de Marchi, nesta segunda-feira (9), 130 pessoas deram entrada na Unidade Sentinela, mas somente 38 pacientes receberam terapia com soro injetável. No caso da UPA, dos 380 atendimentos, 115 eram casos de dengue, mas apenas 30 pessoas necessitavam de hidratação endovenosa.

 

“Apenas em um dia, 177 pessoas poderiam ter evitado a formação de filas nos pontos de hidratação. Por isso, pedimos para procurarem por sua unidade de saúde, dessa forma a agilidade dos atendimentos não será prejudicada”.

 

Os pacientes atendidos ao longo do dia em qualquer unidade da Atenção Básica serão direcionados para a UBS da Vila Formosa ou para a UPA apenas se o médico identificar alta perda de líquidos, pois o local dispõe de um ponto de hidratação venosa. 

 

A desidratação é uma consequência característica da dengue, em quadros clínicos mais brandos a reposição de líquidos pode ser feita de forma oral, com água, sucos naturais e chás menos diuréticos como capim-cidreira, erva-doce e camomila.

 

Para identificar sinais de desidratação, basta observar se a boca e a pele estão secas, assim como se há mudança na quantidade de líquidos eliminados pela urina ou suor.

Prefeitura Municipal


Tupã